Poder preparar a própria cerveja é o sonho de muitos entusiastas. Com um kit inicial caseiro você pode começar seus experimentos, criar sua receita especial, tomar gosto e experiência pelo ofício, decidir se, de fato quer se empenhar no segmento, que tem crescido muito – todos os dias nascem novas cervejas entre pubs e gôndolas.

Passar a produzir em nível comercial tem uma demanda muito maior de custos. É necessário estar ciente da diversidade de custos mínimos para começar, e ter um bom capital de giro e de reserva. Mas não se desespere! Criamos alguns tópicos que podem ajudar a se antecipar às etapas, custos e demandas:

Estrutura

Tratando-se da produção de bens consumíveis, o ambiente precisa ser muito limpo e arejado, entrar nas adequações estabelecidas pela vigilância municipal. É fundamental que você se informe sobre os requerimentos da categoria em sua prefeitura.

Mas adiantando alguns detalhes; seu ambiente precisará de espaços distintos para a estocagem dos insumos, para envase, rotulagem e armazenamento das cervejas, dois ambientes para a preparação e produção e um ambiente para recepção/escritório.

Para manter o ambiente seguro de contaminações, as janelas devem ser teladas, o chão preferencialmente deve usar azulejos antiderrapantes com espaços pequenos entre as gretas, para evitar o acúmulo de bactérias e facilitar a escoagem da água, que deve possuir canais para ser expulsa do ambiente de produção, o que facilita a lavagem e evita um ambiente prolífico para mofos, bactérias e afins.

Equipamento cervejeiro não consome tanto espaço quanto muito se presume. Uma estrutura com 4 ambientes é relativamente acessível em termos de mercado, por mais que isso acabe variando regionalmente.

Provavelmente esse ambiente necessitará de algumas mudanças. Nem sempre optar por aquele mais “completo” será lucro, pois podem haver mudanças necessárias e partes da estrutura acabam não sendo aproveitadas. Por vezes, é melhor pegar um ambiente menos turbinado e fazer aos poucos o que precisa.

Equipamento

O equipamento é o ponto mais relativo dessa projeção.

Ora, a quantidade e capacidade do material será diretamente ligada à sua projeção em litros produzidos.

No geral, desconsiderando pormenores de acessórios e afins, você necessitará, minimamente, dos seguintes artigos:

moinho;

caldeira de mostura e caldeira de fervura;

– tina de filtro;

– tanque de água quente;

– tanque de glicol;

– misturador de água quente/fria;

– plataforma de serviço;

– trocador de calor;

– aerador de mosto;

– painel de comando;

tanque de fermentação e maturação;

– tanque de pressão e serviço;

bomba para trasfega;

barris.

 

Some à esses equipamentos todos os outros artigos para o envase, a produção das embalagens, transporte e etc.

A capacidade destes equipamentos pode variar incrivelmente. É fundamental que você faça alguma projeção longa de produção, para não ter a necessidade de fazer mudanças desnecessárias.

Comprar os produtos em kits também te salvará um bom dinheiro – você pode agregar seu equipamento antigo a ele ou até fazer uma reserva.

Começar a produção com um sócio, especialmente por causa do grande volume de trabalho, custos e podendo dividir os riscos e lucros é outra ótima medida. Ou até mesmo fazer uma pequena produção em uma Brewpub, ou seja, um ambiente que já integra seu ambiente de produção à distribuição, pode dar muito certo e os gastos serão bem relativos ao layout que escolher para seu pub.

Formalização

É necessário começar com uma consulta comercial junto à prefeitura, estabelecer endereço, nome para a empresa, patentear os dados, CNPJ, Inscrição Estadual, Alvará de funcionamento, inspeção.

Existe todo um grupo de documentos necessário para o processo e isso pode variar dentro dos municípios. Não tente, sob hipótese alguma, fazer tudo por conta. Contrate o serviço de um escritório de contabilidade, pois eles também farão uma projeção financeira de sua empresa para adequá-la à um regime tributário.

Tenha em mente que todo esse processo certamente será dispendioso, em tempo e dinheiro e que, posteriormente você terá uma parte restituída em isenções.

Não deixe também de considerar sua inserção no mercado, publicidade, distribuição, concessões e parcerias. Tudo isso também pode ser restituído para você em outras formas: lançar uma marca é um passo fundamental para se solidificar no mercado, cuide dela com atenção, o seu produto não acaba na envasagem, ele é um conceito de consumo.

 

É muito difícil dar uma margem sem considerar o tipo de produção, a quantidade, a região, a legislação e afins mas, dentro das perspectivas de especialistas, a cifra para empreender com uma cervejaria vai dos R$ 200 mil à 250, mas essa é uma projeção completa, que considera diversas etapas e, todos esses fatores podem ser condicionados de acordo com suas disposições, como irá configurar e com quem seu negócio.

 

O mercado da cerveja artesanal teve um crescimento muito expressivo e ainda está se estabelecendo. Ele é um ramo que merece uma atenção especial de novos investidores.

Para saber mais sobre a cultura e o ambiente do mercado cervejeiro, além de comprar todo seu equipamento com excelência, acesse nossa página

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *